Agora a palavra de ordem no Instituto Projeto Neymar Jr. é “ritmo”, isso porque aconteceu na última quarta-feira, no período noturno, a aula inaugural do curso de música, que será oferecido para alunos, pais e responsáveis. Nesta aula, todos puderam se divertir e entender como funcionará o curso, que começa na próxima segunda-feira, dia 8 de maio.

p1470572

A aula começou com uma dinâmica onde a musicista e educadora Ilca Leanza, coordenadora do curso, mostrava em folhas de papel palavras e frases como “oi”, “tudo bem?”, “está faltando alguma coisa?”, que eram respondidas pelos participantes através de placas de sim ou não, só que tudo em silêncio. Depois lançou uma pergunta: Como seria nossa vida sem som? Neste momento, partindo das respostas, explicou que sem som não haveria comunicação, alegria, e por fim, música.

A musicista também estimulou os participantes a imitarem os sons em seu cotidiano, como panela de pressão, liquidificador, criança chorando, televisão, sirene, além de sons produzidos por nosso próprio corpo, como coração, respiração e claro, a voz, reforçando a ideia de que os sons estão por toda a parte.

Na sequência, ensinou a produzir sons com as mãos e com os pés, e em seguida, ligou o aparelho e colocou uma música eletrônica para que todos pudessem acompanhar com os sons aprendidos. O resultado foi instantâneo: todos entraram na brincadeira.

“Não vejo a hora das aulas começarem. Eu não tinha ideia que era tão divertido uma aula de música, e que fosse interagir tanto sem sentir nenhuma vergonha”, comentou a Renata, responsável por um dos alunos.

p1470582

Segundo Ilca Bianza, o que ela fez ontem foi apresentar para as pessoas aquilo que elas já têm. “Elas só precisam perceber isso e colocar pra fora. A música está dentro da gente, e às vezes a gente não precisa de instrumento já de cara”.

Para José Benício, Diretor Administrativo do INJR, o sentimento é de satisfação: “É uma satisfação para nós aqui do INJR ter a arte em forma de música novamente voltada para dentro do Instituto, e propiciar a essas famílias a possibilidade desse conhecimento. E vendo a família interagir, os adolescentes, os pais, e os responsáveis, para mim foi uma experiência maravilhosa”.

Com todos os presentes já aquecidos, foi a vez da apresentação ao vivo. Nesse momento, a banda formada por um grupo de alunos convidados pela Ilca tocou três músicas, e a cada uma delas, revezavam os instrumentos, demonstrando a metodologia adotada pela educadora, onde além do instrumento escolhido, os alunos serão estimulados a terem noção de outros. E como grand finale, José Benício se juntou a banda com seu cavaquinho e tocaram um samba.

p1470647

O evento contou também com a presença do Juliano Hayashida, proprietário da Tokai Instrumentos Musicais, que realizou a doação dos instrumentos para o curso e foi o elo entre Ilca Leanza e INJR. Juliano comentou que a força de vontade é fundamental para a evolução na música.

“Vendo as crianças hoje que estão tocando com pouco tempo de aula, isso é o que mostrou para as crianças presentes que não é tão difícil quanto a gente pensa aprender uma música, basta querer.”

p1470546