Encerrou-se na última quinta-feira (01), o 1º  Mini-Torneio Interno de Futebol de Campo do Instituto Projeto Neymar Jr. Com o intuito de comemorar o ano de 2016 e proporcionar um momento de trabalho em equipe e de descontração, cerca de 1.100 crianças participaram do evento. Divididos por categorias, seis times femininos e oito masculinos sagraram-se campeões.

p1340928

O torneio não foi obrigatório e as crianças que não quiseram participar tiveram atividades de basquete no ginásio. Com isso, 66 times masculinos e 34 femininos foram montados. Com 10 jogadores e jogadoras em cada equipe, as crianças vivenciaram a experiência de disputar um jogo com regras do esporte em formato de competição durante 15 dias. Para comemorar o fim do ano letivo no INJR, os professores do esporte se juntaram para fazer a competição, como conta o Professor de Futebol Sérgio Henrique Teixeira, de 31 anos.

“Foi uma ideia de fazer com que as crianças vivenciassem essa experiência de disputar o jogo com regras em um formato de competição. Depois de passarem o ano inteiro fazendo as atividades propostas, com os fundamentos do futebol, resolvemos encerrar 2016 dessa maneira com o jogo. As crianças vivenciaram o que é o trabalho em equipe, porque juntos tentaram vencer outros adversários”, disse.

p1340946

Professor Sérgio de olho na cobrança de lateral durante uma das partidas do torneio

Depois de passarem pelas fases classificatórias, as finais aconteceram de acordo com as categorias masculinas e femininas de 7 a 10 anos e de 11 a 14 anos.  Os times contaram com alunos de diferentes turmas e novas amizades também surgiram por conta da competição. Jogadora do time Alerquinas, Lara Williane, de 13 anos, da Turma C10, ajudou sua equipe a vencer o torneio e ainda por cima contou detalhes dos bastidores.

“Era um jogo sério só que para a gente era uma brincadeira. A sensação de vencer é muito boa e acabamos fazendo amizades com meninas de outras turmas que eram do nosso time”, contou.

Quem também fazia parte da equipe Alerquinas era Giovanna Duarte, de 13 anos. Com 11 gols marcados, o time venceu o torneio de maneira invicta. O segredo para tal feito foi contato pela aluna da C10. “Vencemos porque trabalhamos em equipe e uma passava a bola para a outra e se ajudava muito. Foi muita zueira, porque a gente ria quando alguém errava o chute”.

p1350126

Lara e Giovanna eram do time Alerquinas que venceu a competição na categoria de 10 a 14 anos.

Já do lado dos meninos uma das equipes vencedoras foi o Santos e em um jogo cheio de gols venceu o torneio na final com o placar de 6 a 3. O zagueiro do time, Leonardo Souto, de 8 anos, da Turma C3, afirma que sem o trabalho em equipe esse título não seria possível.

“Nossa estratégia para vencer foi o trabalho em equipe. Todo mundo revezava nas posições e eu fui zagueiro e atacante. Fiz um gol na estreia. Comemoramos e ficamos alegres na final, porque fizemos 17 gols no torneio todo”.

p1350134

Leonardo exaltou o trabalho em equipe do time Santos para vencer o torneio

As equipes campeãs foram contempladas com medalhas simbólicas e os destaques da artilharia e do goleiro (a) menos vazado (a) receberam um troféu nesta terça-feira (06).