Foi dado o start para a grande final do Red Bull Neymar Jr’s Five. Mais 400 jogadores, divididos em mais de 50 times e vindos de mais de 40 diferentes países se reuniram nessa sexta-feira (12) no Insituto Neymar Jr. para disputar uma vaga na decisão de amanhã.

Inspirado pelo futebol de rua, o evento chega em sua quarta edição. Esse ano, ao todo, mais de 100 mil jogadores, divididos em 30 mil times, se inscreveram na fase inicial da competição.

Segundo o Líder de Projetos Internacional do Red Bull Neymar Jr’s Five Johnny Ertl, o torneio vem crescendo ano após ano. “Em termos de países participando, o Red Bull Neymar Jr’s Five é maior do que a Copa do Mundo. O INJR é o coração desse evento e a grande final não poderia acontecer em outro lugar”. Johnny classifica o torneio como uma grande festa do futebol e diz que é maravilhoso ver tantas pessoas vindo de tantos lugares do mundo para celebrar o esporte em uma experiência única.

Pelo segundo ano consecutivo participam do torneio times femininos e mistos. O conceito segue o mesmo: um jogo rápido com cinco jogadores de cada lado do campo e, a cada gol, o oponente perde um jogador. Vence a equipe que fizer cinco gols primeiro ou aquela que tiver melhor resultado após dez minutos de partida.

Exepcionalmente nesses dois dias, a quadra externa do Instituto ganhou uma decoração especial desenvolvida pela Red Bull. Bandeiras dos países participantes foram erguidas e o gramado divido em três campos onde os jogos ocorreram das 10h as 17h.

Jogadora do time feminino Crazy Squads, a francesa Morgane de Seixas contou que o Red Bull Neymar Jr’s Five é o maior torneio do estilo na França. “Todos querem ganhar para vir ao Brasil e ter a sorte de encontrar o Neymar Jr. Até porque ele é um fenômeno no Paris Saint-Germain”.

A Jamaica disputou a final do torneio pela primeira vez. Para Rohan Thompson, jogador do time Spartan Elite, é uma honra representar o país no Brasil, o país do futebol.

Jogadora do Dallas FC, time dos Estados Unidos, Erica Nichole Martinez disse ser uma honra estar no evento representando o amor pelo futebol e inspirando as pessoas ao redor do mundo a fazer o mesmo. Sobre Neymar Jr., ela completa: “Ele representa fé e vontade de seguir seus sonhos sem importar de onde você veio ou o que você faz. O jogo é o mesmo e nós podemos fazer o que quisermos”.

O Português Miguel Silva Vieira do time Para a Cueca lembrou da importância da atuação do Instituto Neymar Jr. “O que o Neymar faz aqui por essas crianças só mostra a pessoa extraordinária que ele é.

Os times classificados para a grande final que acontece amanhã no INJR foram: os Estados Unidos, a Eslováquia, o Japão e o Canadá entre os times femininos, e Inglaterra, Panamá, Chile, Portugal, Canadá, Espanha, Kuwait, Austrália, México, România, Estados Unidos, Itália, Hungria, Brasil, França e Japão entre os mistos.