Ana acredita que atividades no Instituto irão afastar crianças das ruas

01/12/2014

Ana acredita que atividades no Instituto irão afastar crianças das ruas

01/12/2014

Apesar de ser uma característica comum entre as crianças mais jovens, timidez não é uma palavra que conseguiria definir Ana Paula Gurian da Silva, de apenas 12 anos de idade. A agitada garota dos cabelos castanhos demonstra uma facilidade com as palavras e diz não conseguir se descrever em apenas uma palavra. “Sou de tudo um pouquinho. Sou um tiquinho de um e um tiquinho de outro”.

Ana mora em uma pequena casa no Jardim Glória com seus pais e seus 3 irmãos. Mesmo sendo muito nova, ela não é a caçula da família, seu irmão mais velho tem 13 anos de idade e suas irmãs gêmeas são as mais jovens, com apenas 2 anos. A garota tira sarro dizendo que sua família pega muito no pé dela e de seu irmão porque logo eles estarão entrando na adolescência. “Eles são muito chatos comigo e com meu irmão, mas tem que ser. Eu acho que todo o tempo tem que ser”, comenta Ana.

Sempre sorridente, ela se diz contente por morar em Praia Grande e explica que sua família obteve melhores oportunidades na Baixada Santista do que quando ela morava na grande São Paulo. Há 2 anos residente do Glória, a menina morou na periferia de São Paulo durante 9 anos e conta que não gostava de sua cidade nova quando se mudou por ter deixado tudo para trás, mas acabou se acostumando por ter feito novas amizades e pelo fato de sua família inteira morar na mesma cidade agora.

aa

“Sinto saudades de São Paulo, mas eu tenho o contato ainda, tenho telefone e face. Mas não é a mesma coisa que falar pessoalmente, né? Aí não dá pra matar a saudade direito, mas, por exemplo, eu fiz mais amigos aqui do que lá”, Esclarece a garota enquanto passa seus dedos por entre seus cabelos.

Evidenciando uma certa maturidade, aos 12 anos ela já se vê em um conflito entre 2 sonhos: O dilema entre ser advogada ou veterinária. De acordo com ela, seus tios e primos são advogados e ela acredita que ao exercer a profissão ela estaria ajudando mais as pessoas. Entretanto, ao ser questionada se isso é seu maior sonho, Ana sorri e responde “Não, é ser veterinária! Mas, tipo, eu gosto dos dois. Gosto mais de bichinhos, mas sei lá, ainda tem muita coisa pela frente, né?”.

Ainda que prefira passar suas tardes no computador e no celular, a jovem gosta de brincar com suas amigas e pratica capoeira há um ano. Em relação às atividades no instituto, aprender a nadar e jogar vôlei são os exercícios que a deixam mais ansiosa para realizar. Pensativa sobre seu futuro no Instituto Neymar Jr, a menina crê que o projeto ajudará a tirar as crianças das ruas e leva uma expectativa grande em fazer novas amizades.

Confira Mais Notícias

Processo de matrícula e rematrícula prolongado

03/02/2023

Matrícula e Rematrícula 2023

06/01/2023

Alunas concluem Curso Profissionalizante de Manicure e Pedicure em parceria com o Instituto Mix

13/12/2022